Perdeu seu RG? Calma leia todo o artigo e emita sua 2 via.

É complicado ficar sem documento não é mesmo? Não sabemos quando uma infelicidade pode acontecer, e podemos acabar perdendo ou sendo furtados. A boa notícia é que esse problema não é tão complicado assim. Aqui, vamos te mostrar tudo sobre a solicitação de uma segunda via do seu RG.

O Registro Geral, carteira geral ou RG, é um dos documentos mais importantes, se não o mais importante de todos. Nele, estão contidos números e identificações essenciais de cada indivíduo, como nome completo, nome dos pais, data de nascimento, lugar onde nasceu e, em alguns casos, o seu CPF. Além disso, ele é válido em todo o território nacional e em alguns países do Mercosul.

No momento em que você faz o seu RG, todas as suas informações e digitais ficam registradas nos bancos de dados dos órgãos públicos, para que eles tenham toda a sua identificação. Pois é, um documento importante como esse não pode faltar em sua carteira.

Outra informação importante acerca do RG é o seu prazo de validade. O documento é válido por 10 anos. Depois disso, é necessário a confecção da segunda via do mesmo. Se você seguir usando o documento vencido, correrá o risco de ser barrado em concursos públicos – como o ENEM, por exemplo – ou de realizar cadastro em algum site ou loja.

Nos casos de roubo ou furto, é importante que você registre um Boletim de Ocorrência e corra para o estabelecimento responsável pela emissão de um novo RG. Com um B.O. em mãos, você fica isento da taxa de confecção.

segunda via RG

O que é preciso para tirar a segunda via do RG?

Primeiro, você precisa comparecer a qualquer um dos postos de atendimento do governo. Nestes locais, é possível emitir uma nova via de vários documentos, e alguns até saem na hora. O nome varia de acordo com o estado, mas você certamente já ouviu falar do Poupatempo (SP), Tudo Fácil (RS), Vapt Vupt (GO), Na Hora (DF), Detran RJ (RJ), Faça Fácil (ES) ou Postos de Atendimento UAI (MG).

Caso a sua cidade não conte com nenhuma dessas instituições, não se preocupe: é só comparecer à delegacia mais próxima de você para solicitar um novo RG. Em qualquer um dos casos, os documentos necessários são:

  • 2 fotos 3X4, originais e recentes;
  • Certidão de nascimento, original ou cópia;
  • Certidão de casamento, original ou cópia;
  • Boletim de Ocorrência, original ou cópia (caso você tenha sido roubado ou furtado);
  • CPF original ou comprovante de inscrição da Receita Federal;
  • Cartão do Cidadão, original (caso você queira que o dado apareça no novo RG).

Munido destes documentos, é só comparecer, falar com o atendente, pagar a taxa cobrada e pronto!

valor RG

Qual o valor para tirar a segunda via do RG?

O valor da taxa varia de estado para estado. Para emitir a segunda via, é essencial que o local seja no mesmo estado em que o documento original foi feito. Veja quais são os valores em cada caso:

  • No Rio Grande do Sul: o valor cobrado é de R$ 68,43. Para as modalidades expressas, sobe para R$ 88,95;
  • Em Santa Catarina: no estado, a segunda via custa R$ 37,55;
  • No Paraná: o valor cobrado é de R$ 36,72. Para a 2ª Via Rápida, fica R$ 31,47;
  • Em São Paulo: no Poupatempo, uma nova emissão custa R$ 31,88;
  • No Rio de Janeiro: pelo Detran, o documento custa R$ 40,09;
  • No Espírito Santo: o valor cobrado é R$ 59,64;
  • Em Minas Gerais: no estado, o valor é de R$ 74,23;
  • Em Mato Grosso do Sul: o preço é de R$ 82,76;
  • Em Goiás: no Vapt Vupt, uma nova emissão custa R$ 30,94
  • Em Mato Grosso: o documento tem o preço de R$ 70,09;
  • Na Bahia: no estado, o valor é de R$ 37,77;
  • Em Pernambuco: o preço é de R$ 22,61;
  • No Sergipe: novo documento com valor de R$ 9,00;
  • Em Alagoas: o valor é de R$ 25,96;
  • No Piauí: a taxa é de R$ 17,10;
  • Na Paraíba: o preço é de R$ 23,00 para casados e R$ 19,00 para solteiros;
  • No Rio Grande do Norte: o valor cobrado é de R$ 25,00;
  • No Ceará: a segunda via custa R$ 51,13;
  • No Maranhão: no estado, o valor é de R$ 32,83;
  • No Tocantins: a nova via tem o preço de R$ 25,00;
  • No Pará: o documento custa R$ 33,40;
  • No Amapá: no estado, a taxa é de R$ 27,33;
  • Em Roraima: a segunda via custa R$ 45,14;
  • No Amazonas: o preço é de R$ 10,00;
  • No Acre: o documento tem preço de R$ 57,52;
  • Em Rondônia: um novo RG custa R$ 111,70.

É importante lembrar que, em certos casos, a segunda via da carteira de identidade pode ser gratuita. Quem tem esse direito são homens acima dos 65 anos, mulheres acima dos 60 e desempregados há mais de 3 meses.

Quanto tempo demora para tirar o RG no Poupa-tempo?

No Poupatempo, em São Paulo, o prazo é de até 5 dias úteis para a emissão. Lembrando que sábados, domingos e feriados não contam. Se você solicitar envio pelo Correios, a entrega é feita em até 10 dias úteis, a partir da data do atendimento.

Para retirar o novo documento, é preciso ir até o local em que foi registrada a solicitação. O solicitante não precisa ter o protocolo em mãos, mas se outra pessoa fizer a retirada, a apresentação do protocolo é obrigatória.

2 via RG

Quanto tempo demora para sair a 2ª via do RG?

Assim como os valores, o prazo para emissão da segunda via do documento também varia de estado para estado. Veja como funciona em cada um:

  • No RS: o prazo de entrega é de 15 dias úteis. Na modalidade expressa, pode levar somente 3 horas no Posto de Identificação Azenha, em Porto Alegre, ou 5 dias úteis, no Tudo Fácil e nos demais Postos de Identificação Online do interior do estado;
  • Em SC: o prazo varia de 5 a 20 dias úteis, contando a partir do pagamento;
  • No PR: o prazo para entrega é de 5 a 20 dias úteis, dependendo do local do atendimento;
  • Em SP: o documento fica pronto em até 5 dias úteis;
  • No RJ: na região metropolitana, o prazo é de 5 dias úteis para a solicitação feita no Detran-RJ e 10 dias úteis para as demais solicitações. No interior do estado, o prazo é de 10 dias úteis, contando a partir da data do requerimento;
  • No ES: o prazo é de 30 dias úteis;
  • Em MG: nos Postos de Atendimento UAI, o prazo não passa de 1 semana;
  • Em MS: o prazo depende do dia do agendamento;
  • Em GO: na capital, o prazo é de até 15 dias úteis. Para o interior, o período é de até 30 dias úteis;
  • Em MT: a data de entrega depende do dia do agendamento;
  • Na BA: o resgate é feito em até 5 dias úteis;
  • Em PE: na capital, o documento fica pronto em até 5 dias úteis. No interior, o prazo é de 10 dias úteis;
  • No SE: o prazo varia entre 30 e 60 dias;
  • Em AL: o documento fica pronto entre 20 e 45 dias;
  • No PI: os prazos variam de acordo com o posto de atendimento e a data de solicitação;
  • Na PB: o prazo depende da data de agendamento;
  • No RN: o novo documento fica pronto na hora;
  • No CE: a entrega ocorre dentro de 30 dias úteis;
  • No MA: o prazo é de até 30 dias úteis;
  • No TO: na capital, a segunda via fica pronta em até 10 dias úteis. No interior, pode chegar a 60;
  • No PA: o documento fica pronto na hora;
  • No AP: o prazo é de 15 a 20 dias;
  • Em RR: o resgate pode ser feito em até 15 dias úteis;
  • No AM: o prazo depende da data de solicitação;
  • No AC: para receber, o período é de até 20 dias úteis;
  • Em RO: o documento depende da data do agendamento para ficar pronto.

RG Digital

A parti de 2021, o RG digital será o único modelo emitido no Brasil. Já se preparou para essa mudança?

A ideia do RG digital é ainda do governo anterior em 2019, entretanto, em virtude das dificuldades dos órgãos de identificação civil — dos estados e do Distrito Federal — em se adaptar às alterações, esse prazo foi adiado para 1º de março de 2020.

A expectativa era que, em 2020, todas as Unidades da Federação já estivessem prontas para a confecção do documento, o que não ocorreu. Com isso, uma nova prorrogação “final” do prazo inicial, agora, 1º de março de 2021.

De que forma funcionará o RG digital?

O RG Digital terá numeração unificada em todo território brasileiro, perante a descentralização de dados de identificação, conforme acontece hoje em todos os estados dificultando o trabalho das policias militares na abordagem de suspeitos.

Chamado de Documento Nacional de Identificação (DNI), o novo RG terá tamanho reduzido, será emitido em cartão ou papel e trará diversos mecanismo de comprovação de autenticação.

Vinícius Cardozo

6 comentários em “Perdeu seu RG? Calma leia todo o artigo e emita sua 2 via.”

Deixe um comentário